/* /* /* Bananada de Goiaba

Bananada de Goiaba

PEQUENOS REGISTOS PARA os meus amigos, que nunca sabem nada de mim... e sei lá eu se com ISTO vão saber mais, ou melhor!
 

já não é novidade nenhuma

terça-feira, junho 22, 2004

que, quando estou zangada, ou triste, não falo!

Não gosto de falar porque o nó na garganta não deixa!

E, também não é novidade nenhuma que à 2ª feira as nuvens negras que me sobrevoam a mona são mais do que muitas!
… preferia que o dia de ontem não tivesse acabado, mas há alturas que digo: ainda bem que há dias seguintes! Mas nunca para as 2ªs feiras! Neste caso odeio as Segundas feiras...
(um dia, invento as semanas que começam ás TERÇAS!)

As pessoas são cobardes porque precisam, ou porque têm medo? Ou porque poupam-se?

Esta última não me parece a razão mais plausível, analisando as minhas ondas de tristeza ultimamente!

(agora podia brincar e dizer onde está a porra do nº do tm do meu futuro psicoterapeuta, mas sinceramente, não me apetece!)

Não consigo dormir! Pensei que chegava a casa e deixaria as merdas do meu trabalho, lá… naquele sitio onde tenho de passar os meus preciosos dias inteiros…

Consegui aguentar-me até o Márinho, que sabe bem ler os meus olhos, perguntar-me: “Então!”

Mas UM DIA
Hei-de GRITAR tanto, que nunca mais, mas Nunca Mais mesmo, irei ter lugar para nós na garganta!

Um Dia
Vou deixar de ser cobarde

Um dia
Quando eu for grande…



B00005JMN3.01.LZZZZZZZ.jpg





Obrigada Duende, pela sugestão das fotos aqui!




 

"Que dias há¡
que na alma me tem posto
Um não sei quê,
que nasce não sei onde
vem não sei como
e dói não sei porquê."

(Luis Vaz de Camões)

plosanimais
Na minha vida REAL...

 

"A realidade é um detalhe,
  Pra quem sonha ela é um desafio.

 

... fica para depois!

neste momento não consigo ler mai nada!!!

 

Existem, e tenho que ler...
No baú

@ Correio