/* /* /* Bananada de Goiaba

Bananada de Goiaba

PEQUENOS REGISTOS PARA os meus amigos, que nunca sabem nada de mim... e sei lá eu se com ISTO vão saber mais, ou melhor!
 

Crueis sinais, crueis verdades

quinta-feira, julho 07, 2005

Não é novidade para ninguém que a idade pesa-me!
Também não é novidade nenhuma que, cada vez tenho menos paciência para compreender a velhice.
Eu até sou a favor da eutanasia e dito isto no contesto da idade avançada até pode ser cruel, e de facto é.

Nota: poupem-me as morais e o politicamente correcto a este assunto s.f.f.
A vida, a minha vida, terá as devidas surpresas para no futuro me provar se devo ser castigada ou não. Neste momento não tenho tempo para ponderar sobre o assunto.

Blá-blá-blá PORQUÊ?

Simplesmente porque acabo de reconhecer que apresento os primeiros sintomas de esclerose ou alzaimer ou sei lá eu o quê que se está a apoderar de mim, um ser indefeso com o avançar da idade.
Este próprio post já o confirma mas passemos aos factos:

1º sinal
Reportando-me ao passado dia 4 do corrente mês, em que me encontrava aqui sentada a horas mais decentes, abri um blog em que a autora dizia fazer anos.
Reacção:
dei um salto da cadeira e fui a correr para o telefone, visto ainda serem horas decentes, e telefonei eufóricamente para Santarém. Atendeu-me a Rita.

- PARABENSSS!!!! - gritei eu eufóricamente e continuei muito feliz com o meu feito - Não me esqueci!

- Parabens porque linda? - respondeu-me a Rita.

- Porque hoje é 4 de Julho e a Barbara faz anos???? - tentei eu explicar aquela mãe que, ao que me pareceu, estava bem distraida.

Do outro lado da linha ouvi uma valente gargalhada. E, nos segundos que tal gargalhada durou questionei: mas... então não é hoje? A Barbara não faz anos hoje? Eu estava tão contente por não me ter esquecido...

- Cristina, a Barbara já fez anos, no dia 4 de Junho e vocês vieram á festa!

(não vale a pena contar o resto da conversa que depois gerou uma risota em estéreo. No ouvido que tinha o fone a Rita e no ouvido desocupado o Márinho)

***
 

"Que dias há¡
que na alma me tem posto
Um não sei quê,
que nasce não sei onde
vem não sei como
e dói não sei porquê."

(Luis Vaz de Camões)

plosanimais
Na minha vida REAL...

 

"A realidade é um detalhe,
  Pra quem sonha ela é um desafio.

 

... fica para depois!

neste momento não consigo ler mai nada!!!

 

Existem, e tenho que ler...
No baú

@ Correio